segunda-feira, 25 de abril de 2011

A Primeira Cirurgia – Colostomia


No dia seguinte após a cesárea já recebi alta. Vesti minha roupa com muito sacrifício e ainda encurvada caminhei até o carro no qual meu pai me esperava para me levar ao Sepaco, onde estava o Felipe.
Fui bastante censurada, pois abri mão totalmente do resguardo para estar com o meu filho. Mas era preciso, eu enlouqueceria se não pudesse estar com ele. Além disso, eu precisava conversar com o cirurgião que iria operá-lo.
Quando falamos com o cirurgião, mais uma surpresa. A anoretoplastia, cirurgia para correção da imperfuração anal, não iria ser feita. O médico me informou que não era esse o procedimento do hospital. Que seria feita uma cirurgia paliativa, até que ele crescesse, ganhasse peso e pudesse fazer a cirurgia definitiva.
Fiquei apavorada, além de saber que o meu príncipe passaria por uma cirurgia, eu soube naquele instante que não o levaria curado do hospital para casa.
Os médicos iriam fazer uma colostomia, ou seja, o intestino do meu filho seria cortado, do lado esquerdo da barriga, logo abaixo do umbigo, e as duas pontas seriam colocadas para fora. Por uma das pontas (boca) ele faria coco, e a outra ficaria “não funcionante”.
No início não aceitamos a idéia. Esperávamos que ele já fizesse a cirurgia de correção. Mas não tínhamos acesso a muitas informações naquele momento, e estávamos correndo contra o tempo. Então, passamos a desejar apenas que ele conseguisse evacuar, independente de por onde sairia.
A cirurgia foi feita à noite, no segundo dia de vida do Felipe. Ele ficou por volta de 3 horas no centro cirúrgico, e o pós-operatório na UTI durou 10 dias.
OS médicos disseram que deveríamos ir para casa e cuidar bem dele, pois provavelmente só depois de uma no de vida é que ele poderia fazer a cirurgia de correção.
Hoje já sabemos que não é bem a assim. Tudo depende do cirurgião e da filosofia do hospital que fará a cirurgia, assim como das condições gerais de saúde da criança. Mas sei que já existem hospitais e médicos operando os bebês assim que nascem, sem que eles tenham de fazer a colostomia. Ainda não é muito comum, mas já conheci algumas crianças que fizeram a anoretoplastia nos primeiros dias de vida.
Os médicos ainda divergem nesse sentido (conversamos com 6 cirurgiões). Muitos dizem que o bebê é muito novo para passar por esse tipo de cirurgia. Que não dá para saber como está o intestino e que uma porção muito grande pode estar faltando (anomalia anorretal alta). Que é bom esperar, pois o intestino ainda pode crescer um pouco. Outros dizem que quanto mais cedo operar a criança, melhor, pois o cérebro dela se acostumará com a nova porção do intestino e o novo ânus, e ela terá mais chances de controlar a evacuação, sem ter problemas com incontinência fecal.
Divergências e discussões a parte, o Felipe acabou fazendo a correção definitiva com 5 meses de vida. Mas essa parte da história, eu conto daqui a pouco.

5 comentários:

Renata disse...

Para corrigir no dia do nascimento, depende do caso, Tassi. Nem todos os casos é possível que isso aconteça. Cada caso é um caso. Deus sabe o que faz. A ostomia do seu bebê ficou linda, com certeza ele deveria estar nas mãos de médicos bons.

Renata Braga disse...

Tambem passamos por tudo isto! Meu filho tem 1 ano e meio e so agora vai fazer a imperfuracao anal pois meu filho teve anemia e series de fistula no intestino mas todo esse tempo serviu para nor ensinar a ter mais fe e paciencia!

Anônimo disse...

PASSAMOS PELO MESMO PROBLEMA COM MEU NETO,ELE NASCEU COM ANUS IMPERFURADO COM FÍSTULA NO PERINE.SOFREU MUITO...ATÉ QUE FOI DESCOBERTO COM SEIS MESES....ELE ESTAVA MORRENDO...QUANDO UMA MEDICA P/ NÓS FOI UM ANJO MANDADO POR DEUS QUE CHEGOU NAQUELE HOSPITAL E DIAGNOSTICOU O CASO.A DRªANA PAULA INTERNOU... FOI P/UTI FAZENDO TODO O PROCEDIMENTO.ERA UMA 6ªFEIRA...NA 2ª FEIRA ELE FEZ A 1ª CIRURGIA,FICANDO 16 DIAS NA UTI,GRAÇAS A DEUS... NÃO FOI FACIL,FORAM FEITAS MAIS CIRURGIAS,IDAS E VINDAS A CAMPINAS... SOMOS DE MINAS... ELE AGORA VAI FAZER 3 ANOS E ESTA CURADO COM A GRAÇA DE DEUS!E O SEU BB TBEM VAI SE CURAR TENHA FÉ PQ DEUS ESTÁ AGINDO NELE.VOU POR O FELIPE NAS MINHAS ORAÇÕES

Simone Martins disse...

Olá...
Também passei pelo mesmo problema com o meu filho, hj ele tem 2 anos e 7 meses, também fez a ciruirgia no Hospital Sepaco, com o Dr. Armando, foi o mesmo médico que atendeu seu filho?

Tassiana Rugoni disse...

Oi Simone, meu filho fez a primeira cirurgia no Sepaco também. E depois operou no hospital Mario Covas. Mas acho que estamos falando de Armandos diferentes. Você lembra o nome completo do médico?

 
Design by Free Wordpress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Templates